Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Exposição em empresa visa prevenção de endemias

Share

dengue.VARQUIVO.p

Larvário, que expõe o ciclo do Aedes, com o ovo, a larva, a pupa e o mosquito adulto, são alguns dos itens expostos

Na próxima segunda-feira (15), das 8h30 às 13h30, o setor de Endemias, da Secretaria Municipal de Saúde, promove uma exposição de diversas endemias, entre elas as causadas pelo Aedes aegypti, como a dengue. A ação acontecerá em uma empresa localizada na Avenida Bandeirantes, 310, região central da cidade. A atividade será voltada tanto para os colaboradores, quanto para os usuários do serviço.

Na ocasião, os participantes terão a oportunidade de conhecer o larvário, que expõe o ciclo do Aedes, com o ovo, a larva, a pupa e o mosquito adulto, além da maquete, que demonstra o quintal certo e o errado, no que diz respeito à prevenção da proliferação do mosquito. Também será levado o mostruário do bicho barbeiro, causador da doença de chagas, o caramujo africano, que pode ocasionar doenças como meningite, o caramujo da esquistossomose e o escorpião. Serão passadas ainda informações sobre a leishmaniose.

Para tornar a atividade ainda mais lúdica, os agentes de endemias levarão materiais que simbolizam alguns criadouros do mosquito, como tampinhas, garrafas e sacos plásticos. Segundo a educadora em endemias, da Secretaria Municipal de Saúde, Lucimara Vasconcelos, o objetivo da ação é informar a população sobre os meios de prevenção às doenças.

Lucimara explicou que no caso das endemias provocadas pelo Aedes, sempre é falado sobre a importância de verificar os locais que podem acumular água e serem possíveis criadouros, como os vasos de planta; bebedouros de animais; o recipiente que fica atrás da geladeira; caixa d’água, que deve estar sempre tampada e ralos de banheiros.

Segundo a educadora, esta verificação deve ser constante. Os locais devem ser vistoriados pelo menos uma vez por semana e, com apenas 10 minutos, é possível fazer a vistoria dos principais ambientes que podem acumular água. A Secretaria de Saúde disponibiliza um checklist dos pontos que merecem atenção, no link https://goo.gl/Rozyn9.

Empresas, unidades escolares e outras instituições que queiram levar as atividades educativas realizadas pela Coordenação de Endemias para seus estabelecimentos, podem entrar em contato por meio do 0800-400-1893, das 8 às 17 horas, ou pelo e-mail educaendemias@saude.londrina.pr.gov.br. O mesmo telefone do Disque Dengue também recebe dúvidas e denúncias de possíveis focos do mosquito.

Números da dengue – A Secretaria Municipal de Saúde divulgou, nesta quarta-feira (10), o boletim semanal com os dados sobre a dengue em Londrina. Do início do ano até o momento, foram registradas 2.164 notificações relacionadas à doença. Deste total, 21 casos foram confirmados, 1.916 descartados e outros 227 estão em andamento, aguardando o resultado de exames laboratoriais.

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2673 visitantes