Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Patrimônio Cultural de Londrina é disponibilizado em mapa interativo

Share

Pesquisadores e a comunidade em geral podem encontrar informações históricas sobre a cidade na página do Siglon, pelo portal da Prefeitura

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (SMC) e do Sistema de Informação Geográfica de Londrina (Siglon), disponibilizou diversos dados no mapa interativo da cidade. O trabalho demonstra a importância da divulgação de informações sobre o patrimônio histórico e cultural da cidade.

A partir de agora, pesquisadores, historiadores, estudantes universitários e de pós-graduações e a comunidade em geral não precisarão mais requisitar formalmente o acesso às informações, pois eles poderão acessá-las sem precisar sair de casa. Para isso, basta entrar no site do SIGLON, pelo link  http://siglon.londrina.pr.gov.br e escolher a camada chamada “Patrimônio Cultural”, no canto superior direito do mapa. Ali aparecerão os símbolos coloridos correspondentes às informações categorizadas. São três categorias de informações, sendo uma referente ao inventário de monumentos, inventário arquitetônico e inventário urbanístico-paisagístico.

Quem clicar no símbolo verde, correspondente ao inventário de monumentos, poderá obter várias informações sobre o monumento que desejar. Assim, é possível saber, por exemplo, onde está localizado o Totem Ouro Verde, qual sua categoria, natureza, data de implantação, quais são as características, descrição, estado de conservação e principais informações, como o nome do artista que produziu a obra.

O mesmo pode ser feito em todas as categorias. Estão disponíveis também as aerofotografias tiradas em 1949 da cidade, informações sobre as praças, bosques e as áreas de interesse de preservação, os bens que foram tombados pelo Município e pelo Estado e as áreas de seu entorno, além da listagem urbano-paisagística.

A diretora de Patrimônio Artístico e Histórico-Cultural da SMC, Solange C. Batigliana, contou que a intenção é dar transparência aos dados e às informações que vêm sendo coletados e categorizados sobre o patrimônio histórico e cultural de Londrina, desde 2004, a fim de levar o conhecimento de forma facilitada e ampla. “Nossa intenção é dar transparência a todas as informações que coletamos desde 2004, quando iniciamos o processo de inventário para o Plano Diretor de Preservação. A cidade é um corpo que vive e está em constante mudança e atualização e não há melhor forma de fazermos a sociedade se reconhecer e cultivar sua memória, senão através da sua história, de seu patrimônio e mostrando como a cidade foi e como ela está”, explicou.

Todas as informações contidas nos inventários do Plano Diretor de Preservação já foram colocadas no SIGLON. A intenção é que com o passar do tempo e com a ajuda do corpo técnico da Prefeitura de Londrina, elas sejam atualizadas, enriquecendo ainda mais os dados ali contidos e facilitando o acesso ao conhecimento cultural e histórico da cidade. Esta iniciativa da Prefeitura de Londrina contou com o apoio do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Londrina (COMPAC).

Congresso de Direito Urbanístico - Para mostrar à comunidade acadêmica e a sociedade em geral, nesta sexta-feira (14), às 10 horas, a diretora de Patrimônio Artístico e Histórico-Cultural da SMC, Solange C. Batigliana, e o gerente de Patrimônio da Secretaria de Cultura, Sidnei Bertho, estarão no 1º Congresso Sul-Brasileiro de Direito Urbanístico. Eles farão uma apresentação aos participantes na sede da OAB Londrina, que fica na Rua Governador Parigot de Souza, 311, no Centro Cívico de Londrina.

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2328 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner