Banner
   
Tamanho Texto

Busca

FEL realiza processo licitatório para troca de piso do Ginásio Moringão

Share

Quadra de madeira flutuante foi danificada devido às fortes chuvas de dezembro de 2017, que alagaram o espaço

moringao.ARQUIVO.PNa tarde desta quarta-feira (10), o presidente da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), Fernando Madureira, vai se reunir com o chefe de gabinete da Prefeitura de Londrina, Bruno Ubiratan, para debater os ajustes finais necessários à abertura do processo licitatório para a troca do piso da quadra do Ginásio de Esportes Professor Darcy Cortez, o Moringão.

A fundação deve investir cerca de R$ 450 mil advindos de recursos próprios. Esse dinheiro será utilizado para a troca do piso de madeira Pau-Marfim e do sistema flutuante composto por barrotilhas, compensado naval, amortecedor e madeira maciça de 18 milímetros de espessura.

Além disso, a empresa ganhadora do processo licitatório também ficará responsável pela colocação completa do piso, lixação, verniz e pintura. Ao todo, serão instalados 1.161 metros quadrados de pisos novos. Ele é mais macio do que o convencional, adaptado a jogos oficiais e aprovado pelas ligas nacionais e eventos de porte nacional. Nele podem ser praticados todos os estilos esportivos de quadra como, por exemplo, vôlei, handebol e futsal.

Até o momento, a fundação tem cinco orçamentos diferentes para o processo de contratação. Durante a reunião de hoje, os técnicos decidirão a modalidade de licitação emergencial. A expectativa é que o trâmite seja aberto o mais breve possível, dentro dos prazos legais.

De acordo com Madureira, a obra deve levar cerca de 45 dias para ser finalizada, após a contratação. “A troca do piso será possível graças ao aumento de repasse dos recursos financeiros destinados ao esporte pelo prefeito Marcelo Belinati. Essa obra é necessária, porque no final de dezembro choveu muito e alagou a quadra, estragando todo o piso. Enquanto não houver a troca, não podemos receber jogos e eventos oficiais”, explicou.  

Estragos - A quadra do ginásio foi danificada devido às fortes chuvas do dia 20 de dezembro do ano passado. Naquele dia, a água adentrou as portas do local alagando a quadra de esportes. O sistema de drenagem, apesar de ser rápido, conseguiu absorver apenas parte do grande volume da água que entrou em poucos minutos. Todos os funcionários da fundação tentaram escoar o líquido com a ajuda de rodos e panos. Mas como a quadra é flutuante, com 20 a 30 cm de profundidade, embaixo dela acumulou-se água que, com o passar do tempo, evaporou e fez com que o piso inchasse. Isso fez com que a quadra ficasse com bolhas elevadas no piso, impossibilitando a realização dos jogos.

Segundo o diretor técnico da FEL, Claudemir Fattori, a última troca do piso do ginásio aconteceu em 2010, mas na gestão anterior já havia sido constatado um problema de escoamento de água, quando, em 2014, a água da chuva chegou a adentrar os corredores do ginásio.

Outras ações - Além da troca do piso da quadra esportiva, os técnicos da fundação se reuniram com os servidores e secretários das secretarias municipais de Agricultura e Abastecimento (SMAA, Ambiente (SEMA) e Obras e Pavimentação (SMOP) para ajustarem um plano de serviço para melhorias no escoamento da água externo ao Moringão.

Ficou definido que as árvores condenadas pela SEMA serão cortadas, e no lugar serão plantadas novas mudas com a ajuda da SMAA. Os profissionais da SMOP farão um estudo técnico para a ampliação e ajustes na rede pluvial das ruas do entorno do Moringão. A FEL também pretende trocar as gretas de escoamento de água e ampliar o estacionamento do ginásio. Essas ações devem iniciar assim que cessarem as chuvas.

Foto: Arquivo

 

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2665 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner