Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Calçadão sedia mobilização contra a violência à pessoa idosa

Share

Violências contra o idoso podem ser denunciada no CREAS IV, pelo (43) 3378-0405, pelo Disque Idoso Paraná no 0800-41-0001 ou por meio do Disque Direitos Humanos – 100

 

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS IV) irá promover, neste sábado (17), das 8 às 13 horas, uma mobilização de conscientização contra a violência à pessoa idosa. Será no Calçadão de Londrina, na Avenida Paraná, em frente ao Banco do Brasil. A atividade faz parte das ações referentes ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, que ocorreu no dia 15 de junho.

Neste sábado, os profissionais do CREAS IV irão conversar com os comerciantes, vendedores, consumidores e transeuntes sobre as diversas formas de violência que os idosos sofrem e as maneiras de denunciar os agressores. Para isso, haverá, no local, uma barraca da Prefeitura, com sonorização e panfletagem.

Além da mobilização no Calçadão, durante a semana, foram realizadas conversas com estudantes sobre os direitos dos idosos, formas de violência que esse grupo pode vir a sofrer, entrega de panfletos para a comunidade, produção de cartazes educativos e peças teatrais.

O gerente de Atenção à Pessoa Idosa da Secretaria Municipal do Idoso, Cleir Jorge Brandão, falou sobre a importância das atividades, em especial as realizadas com crianças. Ele contou que o tema trabalhado com este público é uma maneira de chamar a atenção para a questão intergeracional, com a perspectiva de mudar a forma como a sociedade vê os idosos.

A secretária municipal do Idoso e da Assistência Social, Nádia Oliveira de Moura, ressaltou a necessidade de ações contra a violência a idosos.  Ela defende o fortalecimento das ações já existentes e novas ferramentas que visem a conscientização e o combate à violência contra a pessoa idosa. “Entendemos que quanto mais se fala sobre o assunto, mais pessoas conhecem os serviços que toda a rede municipal oferece e elas nos ajudam a combater esse mal”, destacou.  

A organização das ações em prol do Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa é uma parceria entre as secretarias municipais do Idoso, Assistência Social, Educação e Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI).

Violência em números - Em Londrina, são cerca de 75 mil pessoas acima de 60 anos. Eles representam 11% da população. Segundo os dados de atendimento do CREAS IV, em maio deste ano, os nove profissionais da Prefeitura acompanharam 364 casos de violência contra idosos, sendo que 29 deles eram novos na rede. Entre os tipos de violência registrados estão casos de abandono, negligência (voluntária, involuntária e autonegligência), exploração financeira, violência física, psicológica, sexual, verbal, e exploração múltiplas (quando há mais de uma violência associada).

Em abril, foram 382 acompanhamentos, sendo 21 deles denúncias de novos casos. De janeiro a dezembro de 2016, os técnicos multidisciplinares atenderam 457 casos de vítimas de violência, sendo 401 deles novos na rede.

A Cáritas Arquidiocesana de Londrina é conveniada da Prefeitura e executa o serviço de atendimento ao idoso que sofre algum tipo de violação dos direitos sociais e que depende de terceiros para realizar atividades cotidianas como cozinhar, tomar banho, se alimentar ou que estão acamados. Em dois anos de funcionamento foram atendidos 360 idosos.

Após receberem as denúncias, uma equipe multidisciplinar faz uma visita de averiguação do local. Constatada a violência, os psicólogos e assistentes sociais da rede de serviços municipal fazem o acompanhamento da vítima e de seus familiares, o serviço de escuta, de visitas domiciliares constantes, realizam encaminhamentos a outros serviços à Unidades Básicas de Saúdes e aos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e quando a violência não cessa eles encaminham o caso à Promotoria Pública do Idoso, do Ministério Público do Paraná (MP-PR).

Telefones para denúncia - O cidadão, que souber de algum idoso que sofre violência, deve entrar em contato com o CREAS IV, pelo (43) 3378-0405, ou pelo Disque Idoso Paraná no 0800-41-0001 ou por meio do Disque Direitos Humanos – 100. É possível fazer a denúncia na Cáritas Londrina pelo 3354-2853 ou 3354-2881 ou pelo email notificacao@caritaslondrina.com.br. Aqueles que preferirem podem ir pessoalmente até os dois locais. O CREAS IV fica na Avenida Rio de Janeiro, 1560 (quase esquina com a Rua Paes Leme). A Cáritas está situada à Rua Umuarama, 46, no Jardim Santo Antônio.

 

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 5319 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner