Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Prefeitura executa melhorias de trânsito na Rua Tanganica

Share

A medida atende uma antiga reivindicação da comunidade; além de sinalização vertical e horizontal, o projeto prevê redução da velocidade máxima para 40 quilômetros por hora

A Prefeitura de Londrina está realizando trabalhos de sinalização vertical e horizontal na Rua Tanganica, na região norte da cidade. O projeto foi desenvolvido pela equipe técnica do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL), e está sendo executado pela Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU).

No total, a via conta com uma extensão de quase dois quilômetros, e não possuía sinalização desde que foi asfaltada. O gerente operacional de Trânsito da CMTU, Cristiano Cleber Afonso, contou que as melhorias tiveram início em janeiro deste ano. “Os trabalhos estão sendo realizados regularmente, exceto nos dias de chuva. Neste ritmo, nossa previsão é concluir a execução do projeto até o final da próxima semana”, afirmou.

Afonso detalhou que a maioria das melhorias envolvendo sinalização estão próximas da conclusão. “Iremos iniciar a instalações de tachões refletivos. E essas ações também incluem o reforço da pintura e sinalização vertical em diversas ruas na região do Conjunto Hilda Mandarino. É um trabalho importante que vai auxiliar a reduzir acidentes, contribuindo para segurança dos pedestres e condutores”, detalhou.

Segundo a diretora de Trânsito e Sistema Viário do Ippul, Denise Ziober, a iniciativa atende a uma antiga solicitação dos moradores da região. “Trata-se de uma via muito importante, que inicia próximo ao Terminal Urbano do Ouro Verde e prossegue até o viaduto no Jardim Nova Olinda. Ali existem vários condomínios populares, então é um trecho de fluxo intenso. Essa sinalização é uma reivindicação dos moradores, sendo cobrada inclusive nas audiências do Plano Plurianual realizadas na região”, contou.

A diretora de Trânsito e Sistema Viário afirmou que a execução das sinalizações será acompanhada pelo Ippul. “Esse projeto foi feito mediante estudos técnicos, sendo de extrema importância para a região. São melhorias que vão contribuir para a segurança dessa via, que pelo seu porte e localização, é o principal acesso para vários bairros na região norte”, afirmou.

De acordo com a gerente de Projetos de Sinalização Viária e Controle de Tráfego do Ippul, Cristiane Biazzono, a intervenção feita na Rua Tanganica contempla também a redução da velocidade máxima permitida na via. “Os estudos demonstraram a necessidade de diminuir de 50 para 40 quilômetros por hora, por se tratar de uma via coletora. A Rua Tanganica contém uma pista simples, de duplo sentido, com uma largura bem generosa. Por isso, conseguimos manter o duplo sentido enquanto agregamos novos elementos de engenharia de tráfego. Também foi possível resguardar a conversão à esquerda para o transporte coletivo, com a sinalização de baia demarcada por zebrados e elementos refletivos. Dessa forma, o trânsito fica mais organizado e seguro, especialmente no cruzamento com a Rua Osmy Muniz”, destacou.

Cristiane frisou também que a rua vai contar com três faixas para travessia de pedestres, demarcação de estacionamento permitido nos dois lados da pista, e uma ciclofaixa bidirecional. “Essa ciclofaixa vai ficar na lateral da via, ao lado da calçada, margeando a linha férrea. E futuramente, deverá integrar com a ciclovia que será construída na Avenida Francisco Gabriel Arruda. Por ser uma rua bastante plana e retilínea, é um trecho que facilita a circulação dos ciclistas”, ressaltou.

As melhorias incluem a instalação de tachões refletivos ao longo de toda via. “Apesar de não contar com um canteiro, os tachões limitam e evitam a conversão em pontos não permitidos, facilitando a identificação inclusive no período noturno”, explicou a gerente do Ippul.

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2812 visitantes